Notícias

Conheça os riscos da ingestão de água contaminada

Contratos para Fornecimento de Água

Por mais seguras e confiáveis que sejam as redes públicas de tratamento de água, elas sempre estão sujeitas à contaminação por agentes patogênicos, minerais e outras impurezas.

Por mais seguras e confiáveis que sejam as redes públicas de tratamento de água, elas sempre estão sujeitas à contaminação por agentes patogênicos, minerais e outras impurezas.

O consumo frequente dessa água contaminada, pode levar a doenças e outros problemas de saúde, como as infecções gastrointestinais, problemas reprodutivos e até mesmo distúrbios neurológicos. Bebês, crianças pequenas, mulheres grávidas, idosos e pessoas cujo sistema imunológico esteja comprometido, podem ser especialmente suscetíveis à doenças devido à presença desses agentes contaminantes na água. 

Abaixo, listamos as doenças mais comuns que podem ser causadas pela ingestão de água contaminada:

Doenças bacterianas

As doenças bacterianas são algumas das mais comuns quando se trata de contaminação da água. Mas o fato de serem comuns não as torna mais fáceis de tratar. Infelizmente, essas doenças podem facilmente se tornar fatais nas circunstâncias erradas, e contintiuam a ser causa de morte de milhares de pessoas ao redor do mundo. Entre as mais conhecidas, destacam-se a cólera, a febre tifóide e a bactéria intestinal E.coli. 

Doenças Virais

As doenças virais disseminadas pela água são um pouco menos comuns que as bacterianas, mas ainda são um grande problema em todo o mundo e representam uma grande ameaça em locais que não têm sistemas de saúde de boa qualidade nem acesso à tecnologia médica moderna. São exemplo de doenças virais a Gastroenterite e a Hepatite A, entre outras. 

Doenças Parasitárias

Por último, mas não menos importante, as doenças parasitárias são outro problema potencial associado à água contaminada. Quando os parasitas estão presentes na água, é muito fácil para eles se espalharem para pessoas e animais e o tratamento dessas doenças pode ser muito difícil sem a tecnologia médica correta. Entre as ocorrências mais comuns estão a giardíase e a ancilostomose, também conhecida como amarelão.

No entanto, eliminar os riscos de contaminação da água é bem simples. O hipoclorito de sódio, por exemplo, é muito eficaz para este fim e possui um excelente custo benefício, já que se trata de um produto barato e de fácil manuseio, podendo ser injetado através de uma bomba dosadora que faz a dosagem de forma automática em sincronia com a bomba de recalque ou do poço artesiano.

Para saber mais sobre esse assunto, entre em contato conosco.